fbpx
capa do espetáculo

Show de Hipnose Cômica Magicamente

Temporada

de 07/07/2018 a 15/12/2018

Duração

90 minutos

Classificação

10 anos

Graças ao sucesso na temporada de “Show de Hipnose Cômica Magicamente”, o espetáculo continuará no Teatro Folha até 15 de dezembro, sempre aos sábados às 23h59. Os hipnólogos André Attie, Eduardo Neaime e Sanny Machado realizam um show engraçado e surpreendente, reunindo os melhores esquetes de quase três anos de apresentações.

Desde que o espetáculo foi idealizado, o grupo já realizou mais de 250 apresentações e hipnotizou mais de 2 mil pessoas. Em cada apresentação eles hipnotizam voluntários da plateia, colocando-os em diversas situações engraçadas. André Attie explica que os números nunca colocam os voluntários em situação perigosa ou constrangedora. “Nosso objetivo é proporcionar ao público uma viagem inesquecível ao mundo da imaginação, sempre com muita diversão. Fazemos um espetáculo para toda a família”, explica.

Os voluntários experimentam um relaxamento profundo enquanto estão hipnotizados, como se estivessem dormindo, mas sem perder a consciência.  “Enquanto isso, eles são capazes de falar coisas engraçadas, dançar, formar uma banda musical com instrumentos imaginários e protagonizar diversas situações”, explica. Sobre o bem estar causado pela hipnose, André ressalta: “Os hipnotizados são unânimes em falar que, durante o show, passam pela melhor experiência de suas vidas. Principalmente no final em que muitos revivem momentos marcantes de suas vidas, como o nascimento do filho, ou lembranças de afeto com seus pais, alguns já falecidos. Outros voltam à infância. Para nós também é uma emoção indescritível”.

Desde que começaram a realizar o show, os hipnólogos criaram um repertório de situações que geraram esquetes, que entram no roteiro  dependendo do período do ano e nas datas especiais. “Criamos situações específicas para serem reproduzidas no palco em datas especiais ou próximas a elas, como, dia dos pais, das mães, Páscoa e Natal. Para inventarmos as situações, primeiramente definimos o que queremos que a pessoa faça ou como queremos que ela reaja. Depois definimos o que faremos para aquela situação ocorrer no palco. Por isso, nunca expomos ninguém ao ridículo. Sempre definimos o que queremos que a pessoa faça antes de elaborarmos as sugestões”, conta André.

André explica que uma pessoa hipnotizada nunca fica inconsciente ou perde o controle do que está fazendo:  “Ela fica bem mais consciente porque há um aumento do foco e da concentração. Por isso, ela conversa normalmente conosco ou mesmo com as pessoas ao seu lado, dependendo da situação que ela está passando. Ela vai reagir e responder de acordo com sua mente”.

Cada apresentação é diferente e nelas acontecem situações surpreendentes, como, por exemplo, um voluntário hipnotizado acreditou que havia ganhado na loteria. Ele imediatamente pegou seu celular e ligou para mãe, informando que estava milionário. “A mãe respondeu dizendo que ele estava num show de hipnose e que era para parar de falar besteira. Ele então disse que não iria dividir o prêmio com ela. Foi surpreendente até para nós porque nunca iríamos imaginar que ele ligaria para a mãe durante o show”. A situação, claro, gerou uma gargalhada geral na plateia.

Ficha Técnica

Roteiro, direção e hipnólogos

André Attie, Eduardo Neaime e Sany Machado

Acesso Rápido

COMPRE SEU INGRESSO ONLINE

ATENDIMENTO E BILHETERIA

TELEVENDAS

DESCONTOS

GRUPOS, PROJETOS, ESCOLAS E EVENTOS

PROTOCOLOS

Acesso rápido

COMPRE SEU INGRESSO ONLINE

ATENDIMENTO E BILHETERIA

TELEVENDAS

DESCONTOS

GRUPOS, PROJETOS, ESCOLAS E EVENTOS

PROTOCOLOS

sobre a peça

Confira algumas imagens
do espetáculo

SAIU NA IMPRENSA

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. 

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.